Aos 27 anos (The Club 27)

“Cantora Amy Winehouse é encontrada morta em Londres. Ela morreu aos 27 anos...”

Aos 27 anos, essa seria a idade amaldiçoada? Muitos artistas, do blues e do rock, morreram ao chegarem nessa idade. O número do anticristo, maldição, coincidência?
Seja no que você acredita, esse número trouxe má (ou boa) sorte a muitos músicos e agora o BetimRock.com irá apresentar eles, que, fazem parte do chamado: The Club 27.


 A mais recente a entrar para o The Club 27, foi Amy Winehouse.

A cantora Amy Winehouse  foi encontrada morta em sua casa, em Londres, no dia 23 de julho de 2011, segundo a Polícia Metropolitana de Londres. Ela tinha 27 anos e um histórico de envolvimento com álcool e uso de drogas. Saiba mais sobre Amy Winehouse clicando aqui.

 
“É melhor queimar do que se apagar aos poucos”

Kurt Cobain, líder da banda Nirvana, nascido dia 20 de fevereiro de 1967 e morreu dia 5 de abril de 1994, encontrado três dias após sua morte. Alegada como suicídio, mas surgiram boatos que ele poderia ter sido assassinado a mando de Courtney Love, viúva do cantor.


Johnny Allen Hendrix, mais conhecido com Jimi Hendrix e considerado o melhor guitarrista da história, também compositor e cantor. Nascido 27 de novembro de 1942 e faleceu em 18 de setembro de 1970 por uma overdose ‘aos 27 anos’, sufocando-se em seu próprio vômito.


James Douglas Morrison, Jim Morrison, nascido 8 dezembro de 1943 e morreu 3 de julho de 1971. Jim Morrison era o cantor, compositor e poeta da banda The Doors. A causa de sua morte oficialmente seria um “ataque de coração”. Mas assim como outros sua morte também foi um mistério.



Posso não durar tanto quanto as outras cantoras, mas sei que posso destruir-me agora se me preocupar demais com o amanhã.

Nascida 19 de janeiro de 1943, na cidade de Port Arthur, Texas. Crescendo ouvindo blues e cantando no coro local, surgiu ali Janis Lyn Joplin, rainha do rock and roll, considerada por muitos. Faleceu no dia 3 de outubro de 1970, quando aos 27 anos foi vitima de uma overdose de heroína combinada aos efeitos do álcool.


Robert Leroy Johnson, nascido no dia 8 de maio de 1911 e criado no Mississippi, (um dos berços do Blues).
Johnson é um dos nomes mais cultuados do Blues e sua vida cercada de lendas. Em vida conta-se que Johnson havia feito um pacto com o diabo, numa encruzilhada da rodovia 61 com a 49 a meia-noite, levando consigo uma garrafa pela metade de whisky e sua Dobro 1927 californiana. Logo após ter vendido sua alma para o demônio, Robert Johnson viria compor os “maiores blues de todos os tempos”. Músicas essas que foram até gravadas pelo White Stripes “Stop Breaking Down”.
Sua morte gira também em torno de mistérios. Em 1938 Johnson teria bebido whisky envenenado pelo dono do bar, enciumado por Jonhson ter flertado com sua esposa. Mas Jonhson havia se recuperado do envenenamento e três dias depois contraiu pneumonia que o levou a morte. Há várias versões populares para sua morte: que haveria morrido envenenado pelo whisky, que haveria morrido de sífilis e que havia sido assassinado com arma de fogo.
Que o pacto havia acabado e que o demônio teria vindo acertar as contas. O mito também é descrito no episódio 8 da segunda temporada de Supernatural.

Acima, eu, citei os mais famosos músicos da historia que morreram aos 27 anos, mas existem muito outros que você pode conferir na lista abaixo:

Alexandre Levy
Louis Chauvin
Nat Jaffe
Jesse Belvin
Rudy Lewis of The Drifters
Malcolm Hale of Spanky and Our Gang
Brian Jones of The Rolling Stones
Alan Wilson of Canned Heat
Arlester "Dyke" Christian of Dyke and the Blazers
Ron "Pigpen" McKernan of the Grateful Dead
Roger Lee Durham of Bloodstone
Wallace Yohn of Chase
David Michael Alexander of The Stooges
Pete Ham of Badfinger
Gary Thain of Keef Hartley Band and Uriah Heep
Helmut Köllen of Triumvirat
Chris Bell of Big Star
D. Boon of the Minutemen
Pete de Freitas of Echo & the Bunnymen
Mia Zapata of The Gits
Kristen Pfaff of Janitor Joe and Hole
Richey James Edwards of Manic Street Preachers
Fat Pat
Freaky Tah of Lost Boyz
Sean McCabe of Ink & Dagger
Maria Serrano Serrano of Passion Fruit
Jeremy Michael Ward of De Facto and The Mars Volta
Bryan Ottoson of American Head Charge

3 comentários:

  1. Putz, ainda bem que passei dos 27...

    ResponderExcluir
  2. Caralho, velho muita gente msm... eu fiz 27 esse ano... mas, o que esses mitos fizeram em um dia, eu demoro anos para fazer... um motivo a mais para continuar comemorando meus 27 me inspirando nessa numerologia da morte... rsrsrs Boa matéria!!!

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger | Personalização por Betim Rock